domingo, 26 de abril de 2009

Mais MSN inútil

Eueodrink diz: vou pegar um café, já venho.
Fábio Biondo - Numa relax, numa tranquila, numa boa. diz: beleza, enquanto isso eu vou ver o que é que tá me incomodando no dente aqui e já volto também.

...

Eueodrink diz: voltei.
Fábio Biondo - Numa relax, numa tranquila, numa boa. diz: nossa, tinha um plastico de salame na minha gengiva! Era isso que tava raspando!

Dedos leves

Fabio: e eu que esses dias cheguei caindo de bêbado em casa!
Juliano: é foda né, a gente quer disfarçar sempre e fica pior.
Fabio: é, era de madrugada pra piorar. abri a porta, tirei a roupa na sala e subi a escada bem devagar, tudo isso achando que era um plano excelente pra ninguém me ouvir.
Juliano: é, que idéia burra né, tirar a roupa na sala.
Fabio: mas o pior não foi isso.
Juliano: aiaiai...
Fabio: quando eu tava no topo da escada tropecei e caí de costas, rolando.
Juliano: e acordou todo mundo em casa?
Fabio: não só acordei como tive que pedir ajuda pra levantar porque me machuquei e vomitei em mim mesmo na queda.
Juliano: hahahahah e ainda por cima só de cueca.
Fabio: é!
Juliano: viu que idéia idiota tirar a roupa na sala?
Fabio: é nada, pelo menos não caiu meu vômito na roupa.

Vermelho igual ao sinal

- Você já foi nessas cabines de filme pornô, Luther?
- Já.
- E como é?
- Ah, normal.. tem as cabininhas, uma máquina que você coloca a ficha e vê o filme, e tem um rolinho de papel higiênico e um cesto de lixo.
- Normal então.
- Só é meio queima filme né.
- De alguém te ver?
- É. Me viram.
- Hahahahah, quem, quando, como?
- Tava saindo envergonhado, quando saí pra rua, fechou o sinal e parou um ônibus bem na frente.
- E o que que tem demais que um ônibus parou na frente?
- Era o ônibus da escola onde dou aula, com VÁRIOS alunos meus dentro!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

A irmã gorda

Manu: olha ju a jaqueta que eu trouxe.
Juliano: nossa que linda!
Manu: pois é, era dos funcionarios da firma do meu pai, estava no armario de casa desde os anos 70!
Juliano: linda linda.
Manu: eu trouxe duas, mas não adianta, acho que não vai te servir.
Juliano: deixa eu provar!
Manu: mas não adianta, acho que não vai te servir, veja como é justa pra mim e a outra é muito pouco maior.
Juliano: mas deixa eu ver mesmo assim.
Manu: tá.
Juliano: e aí? deu né?
Manu: é...

Dias depois vejo ela com a jaqueta.

Juliano: nossa que linda essa jaqueta em você.
Manu: né?
Juliano: e em mim? parece aquelas irmãs que usam roupa igual, mas uma é gorda e na gorda fica feio!

Manu:







segunda-feira, 13 de abril de 2009

Dedo durisse

Não sou o único ridículo, vou dedudar minha colega de blog, Inü.
O diálogo foi mais ou menos esse:

Juliano: é tão bom não sair na sexta e passar o sábado super bem né!
Inü: é! vamos dar uma maneirada nas sextas.
Juliano: e o que você fez sexta passada então?
Inü: então, decidi não sair, aí fui ler uns fanfics no computador.
Juliano: errrrrrrr...
Inü: pois é, os de sempre, dos filhos do Harry Potter.
Inü: o pior é que a cada hora que passava eu fazia "meu deus, tenho que acordar as 7 pra trabalhar!".
Juliano: e você ficou até que horas?
Inü: até as 6:30. aí eu decidi tomar banho, café, me vesti e fui trabalhar.

Releituras

Barbara: vamos ver um filme?
Juliano: Deus me livre! tenho que lavar uma pilha de roupas, preparar a aula de amanhã e quero acordar cedo pra fazer academia de manhã.
Barbara: ah, então vou dormir.
Juliano: aproveite, é bom dormir cedo, você nunca dorme antes da meia noite e são onze e meia.

Isso foi há mais de três horas.
Agora são 03:07 da madrugada.
Não lavei roupa, não preparei aula e não vou conseguir acordar cedo.
Tudo isso porque decidi reler todas as postagens desse blog!

¬¬

domingo, 12 de abril de 2009

O barato sai caro

Juliano: ahhhhhhhhh Barbara, como é que a gente sabe quando uma coisa vai passar da validade de verdade?
Barbara: Ju, são ovos...
Juliano: eu sei, mas só passou 20 dias do prazo de validade, vamos cozinhar e fazer uma salada de ovos cozidos, com cebola.
Barbara: vamos, assim, cozidos, a gente aproveita e vê se estão mesmo bons!

...

Juliano: cozinhou?
Barbara: cozinhou!

...

Juliano: ó, a textura tá a mesma de ovos cozidos normais.
Barbara: vamos ver o cheiro.
Juliano: hummm, meio forte né.
Barbara: é. será que é do ovo esse cheiro forte?
Juliano: pode ser, ou será que estragou mesmo, como indicou a validade?
Barbara: é...

...

Juliano: Carooooooo, vem sentir o cheiro desses ovos pra ver se estão bons.
Caro: porque?
Juliano: porque passou da validade, 20 dias, e a gente decidiu cozinhar pra ver se estavam bons e agora estão com um cheiro meio forte.
Caro: GENTE! Salmonela!
Juliano: mas eram três ovos.
Caro: Salmonela por 60 centavos!
Juliano: é mesmo, que risco!
Barbara: pois é.. e por três ovos ...

Pra beber

Manu: hummm que que cê tá fazendo pra beber aí?
Juliano: água da torneira com suco de limão de pacotinho, quer?
Manu: claro, hepatite com gastrite, minha bebida preferida!

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Gente seca

Esses dias saindo da panificadora 24 horas, Excelência do Pão, de madrugada:

- Moço, você fuma?
- Não.
- Já teve contato com pessoas que fumam?
- Já.
- Poderia responder uma perquisa rapidinho?

Não me custaria nada né. Pra quê ser sempre tão seco com todo mundo, pensei.

- Posso, contudo, leve em consideração que não fumo.
- ok.
- Então vamos lá.
- Que cigarro você fuma?
- Não fumo.
- Quanto você paga pelo seu cigarro?
- Nada. Não fumo.
- Você acha caro o quanto você paga pelo seu cigarro?
- Apesar de não fumar, sim, eu acho o cigarro uma coisa cara.
- O que você pensa do cigarro Carlton?
- Não sei, eu não fumo.
- E do cigarro Marlboro?
- O mesmo que penso do Carlton.
- E o que mesmo você pensa do Carlton?
- Não sei, eu não fumo.
- Ah, é mesmo.
- Quanto você pagaria por um Carlton?
- Nada, eu não fumo.
- Quanto você não pagaria por um Carlton?
- Hmmm... mesmo não fumando, acho que, sei lá, uns 30 centavos seria assim "nossa isso aqui é veneno de rato!" então eu não pagaria uns 30 centavos.
- Quanto você pagaria por um Marlboro?
- Nada. Eu não fumo.
- Quanto você não pagaria por um Marlboro?
- 30 centavos.
- Qual você acha que é o público do Marlboro?
- Os jovens, imagino..
- E o público do Carlton?
- Gente mais velha, acho.
- Você viu o novo design da carteira do Carlton?
- Não. Eu não fumo.
- O que você viu de diferente no design?
- Eu não vi a carteira, mas se você me mostrar eu posso ver se vejo alguma coisa de diferente no design, embora não me interessem em absoluto os designs de carteiras de cigarros!
- Veja, aqui está a carteira.
- Bonitinha. Moderninha.
- Que diferença você vê entre essa carteira e a carteira de Marlboro?
- Nenhuma.
- Só um instantinho, vou buscar uma carteira de Marlboro.

Eu já estava nervoso, com sono e preguiça, mas pensei de novo "pra quê ser sempre tão seco com todos? deve estar acabando, vou até o fim".

- Veja. Que diferença você nota entre as carteiras?
- A do Carlton está mais moderna mesmo.
- Só isso?
- Só.
- Você passaria a fumar o Carlton vendo essa carteira?
- Não.
- Continuaria com o Marlboro?
- Não.
- Fumaria qual cigarro então?
- Nenhum. Eu não fumo.
- Você não fuma?
- Não, eu não fumo.
- Ah.. então estamos perdendo tempo com essa pesquisa.
- Jura?
- Que pena, mas se o senhor quiser continuar podemos anotar os dados e seguir normalmente.
- Quanto falta?
- Não muito.
- Quantas perguntas?
- Umas 30.
- Posso continuar outra hora?
- Não moço, teria que ser agora.
- Ah então boa noite!

E de longe ouvi "credo, quanta gente mais grossa e seca que tem por aí!".